• Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
  • Associação de Atletismo de Viana do Castelo
21
Out

Época de transferências 2020-2021

transf

Estará aberto até 31 de outubro de 2020, o período de transferências para a época 2020-2021.

São consideradas transferências as mudanças de atletas que tenham estado filiados numa das 2 épocas anteriores e que pretendam:

• Filiar-se num novo clube;

• Passar de um clube a individual;

• Passar da situação de individual à representação de um clube.

A nova época 2020/2021 terá início no dia 1 de novembro de 2020.

Tanto as renovações, como as primeiras filiações, poderão ser efetuadas a partir do início do Período de Transferências.

Todos os clubes, já filiados na época passada e novos clubes, devem proceder à sua filiação anual na plataforma Lince. O Clube só fica autorizado a transferir, inscrever ou renovar filiações de atletas após a conclusão deste processo.

Para a filiação de clubes e agentes desportivos (clubes, atletas, técnicos, dirigentes, juízes, funcionários, etc.) deverá ser utilizada a Plataforma Lince da FPA. https://lince.fpatletismo.pt/

19
Out

Formação em Marcha Atlética com boa participação

formar1a

A Federação Portuguesa de Atletismo e a Associação de Atletismo de Viana do Castelo, com o apoio do Centro de Atletismo de Mazarefes, promoveram a realização das Jornadas Técnicas de Marcha no dia 18 de outubro.

Foi na escola do 1º ciclo próxima da pista de Mazarefes que os catorze técnicos e dez atletas ouviram do Técnico Nacional de Marcha expor de viva voz como deve ser abordado o ensino da Marcha Atlética nos jovens, a importância da técnica de Marcha na performance desportiva e como definir um plano de carreira desportiva.

Mais tarde e de forma prática os jovens atletas puderam experimentar na pista de atletismo do CA Mazarefes as progressões pedagógicas propostas por Carlos Carmino para a abordagem da Marcha Atlética.

Já depois do almoço, foi tempo de refletir sobre o planeamento do treino e da definição de objetivos ao longo da carreira desportiva dos atletas.

A ação contou, como referido, com um elevado número de técnicos representando clubes da associação de Viana do Castelo, mas também das associações de Braga e Porto, que participaram de forma atenta e interessada nos vários momentos da ação.

Espera-se agora que os ensinamentos agora facultados possam estimular o aparecimento de mais atletas e técnicos interessados na prática e na abordagem da Marcha no distrito, elevando a diversidade do nosso atletismo, e tenha contribuído para elevar a motivação e a qualidade técnica da intervenção dos técnicos presentes.

Foi agradável também constatar que a solução encontrada para implementar esta ação, usando a Escola do 1º Ciclo e a pista de Atletismo de Mazarefes resultou a contento de todos e permite acalentar esperanças que novas iniciativas possam ser implementadas.

A AAVC aproveita para expressar ao preletor, Prof. Carlos Carmino, à Federação Portuguesa de Atletismo e ao Centro de Atletismo de Mazarefes toda a disponibilidade e qualidade que emprestaram a esta organização.

formar2formar3

08
Out

Formação - Marcha Atlética

marcha1

A Federação Portuguesa de Atletismo e a Associação de Atletismo de Viana do Castelo, com o apoio do Centro de Atletismo de Mazarefes, irão organizar as Jornadas Técnicas de Marcha, previstas para domingo, 18 de outubro, a partir das 9:30 em Mazarefes, na pista de atletismo (200m) do CA Mazarefes e na escola do 1º ciclo próxima da pista.

Procurando que esta ação de formação seja o mais abrangente possível, vamos abordar os seguintes temas:

O Ensino da Marcha Atlética nos jovens

A importância da Técnica de Marcha na Performance Desportiva

Plano de Carreira Desportiva na Marcha Atlética

Progressões Pedagógicas na Marcha Atlética - teórica

Progressões Pedagógicas na Marcha Atlética - prática

Planeamento do treino para juvenis

Convidamos os treinadores a trazerem alguns dos seus jovens atletas para aprenderem a técnica de marcha e algumas progressões pedagógicas. Começaremos a formação com uma componente teórica ("O Ensino da Marcha Atlética nos Jovens", "Progressões Pedagógicas na MA") seguindo-se, cerca das 11h uma sessão prática, em que abordaremos um dos modelos de ensino possível desta disciplina olímpica.

Esta será uma boa oportunidade para as Associações (Clubes, Treinadores e Atletas) poderem vir a estar melhor representados no Olímpico Jovem Nacional e de se fazerem representar em campeonatos nacionais.

Será muito gratificante poder contar convosco para partilharmos os nossos conhecimentos e as nossas experiências.

Com os melhores cumprimentos de,

Carlos Carmino
Treinador Nacional de Marcha Atlética - National Coach Race Walking
Federação Portuguesa de Atletismo - Portuguese Athletics Federation

Informações complementares:

A FPA, excecionalmente, dado o contexto da AF, e uma vez que a mesma não atribui UC, decidiu aplicar a gratuitidade na inscrição.

Informa-se assim, os técnicos interessados que deverão formalizar a inscrição através da ligação fornecida em baixo.

Programa-horário da Ação de Formação:

https://www.fpatletismo.pt/jornadas-t%C3%A9cnicas-de-viana-do-castelo-marcha

Ligação para o formulário de inscrição (gratuita):

https://forms.gle/MR8xpUgf5iQm3vmm7

Localização da Pista de Atletismo de Mazarefes: https://goo.gl/maps/45vzH4T7UrywzQ2W8

06
Out

Florinda e Domingos vice-campeões nacionais

florinda e domingos

O campeonato nacional de veteranos em pista - ar livre teve, este ano, lugar em Lisboa na pista da Cidade Universitária, nos passados dias 26 e 27 setembro.

Apenas verificamos a participação de um clube da AAVC nesta competição, o que não impediu, Florinda Fernandes (W50), com a marca de 12:39,86, e Domingos Barros (M50), com a marca de 9:40,21, ambos do CA Mazarefes, de se sagrarem vice-campeões nacionais nas suas provas de 3000 metros.

Mesmo num ano de competição tão atípico a presença destes atletas acabou por ser premiada com a obtenção de duas medalhas de prata o que é de louvar. Aos atletas em causa, ao clube, dirigentes e técnicos, a AAVC endereça os merecidos parabéns.